Seu negócio está preparado para a Internet of Things?

Segundo a revista Forbes, já são mais de 9 bilhões de dispositivos conectados a internet. E não estamos falando somente de smartphones e tablets: são geladeiras, cafeteiras, condicionadores de ar, estantes de supermercado. Essa vasta rede de dispositivos que conversam e pensam entre si é chamada de Internet of Things. E é uma tendência que mostra forte crescimento: em um intervalo de apenas alguns anos, são previstos mais de 50 bilhões de dispositivos conectados em rede. 

tumblr_inline_mp9u779Lmj1qz4rgp.jpg

Essa nova comunicação, que a Forbes chama de M2M (Machine-To-Machine), criará uma gigantesca rede de dados e, com ela, um cotidiano radicalmente novo e conectado, sem falar em diversas oportunidades de novos negócios e melhoria nos processos internos das empresas que souberem aproveitar essa nova fase. Pensando nisso, a Forbes elencou algumas perguntas para ajudar a avaliar se uma empresa está preparada para os novos desafios de um mundo altamente conectado. São elas:

  • Você e sua companhia estarão prontos para o mundo conectado da Internet of Things?
  • Você estará preparado para lidar com grandes quantidades de dados?
  • Você conseguirá identificar, extrair, gerenciar, analisar e agir baseado em dados massivos, que estão em constante dinamismo?
  • Você irá conseguir tirar insights de oportunidades dessa nova realidade?
  • Você conseguirá transformar essa comunicação Machine-To-Machine em oportunidades, vendas, novos produtos e novas abordagens?
  • Você já começou sua preparação para esse futuro que está vindo com força total?

O futuro dos objetos conectados já está bem próximo e diversas companhias já estão se preparando para explorar todo o potencial que ele tem a oferecer. Companhias de concreto já estão usando sensores dentro das misturas para transmitir dados em tempo real sobre a integridade do produto e o andamento de sua produção, cortando custos e diminuindo desperdícios, além de um produto final muito superior. 

Arquitetos e engenheiros já estão usando centrais de software inteligentes que analisam a “saúde” de edifícios em tempo real: da qualidade do ar circulando, a integridade das estruturas, a eficiência do consumo de energia. 

tumblr_inline_mp9u831k1m1qz4rgp.png

Essas são apenas algumas aplicações empresariais que já estão em uso e abrem diversas oportunidades novas de negócio. As aplicações para os consumidores comuns são ainda mais diversas: casa inteiras com objetos conectados que conversam entre si e com o dono, criando um ecossistema inteligente e que transforma radicalmente a forma com que lidamos com os objetos ao nosso redor. Esse mundo M2M irá obrigar empresas a repensarem seus modelos de negócio, tanto na exploração de novas oportunidades, quanto em processos que podem ser melhorados com o uso dessas aplicações conectadas.