Google Glass Store a caminho?

A Baía de San Francisco amanheceu na manhã de ontem com uma estranha embarcação em suas águas. Uma gigantesca estrutura está sendo construída em cima de uma balsa e, segundo o site CNET e a estação de rádio KPIX, o Google está envolvido no projeto.

O CNET especulou que a estrutura poderia ser um dos data centers flutuantes que a empresa pretende construir. A ideia de construir servidores no mar já está nos planos da empresa californiana desde 2009, quando conseguiu a patente de um floating data center que utiliza a água do mar para resfriamento. Contudo, a localização escolhida para a estrutura é um tanto quanto estranha, já que a baía de San Francisco é considerada uma das áreas mais importantes da cidade. Pensando em outra possibilidade, a rádio KPIX diz que a estrutura é um gigantesco marketing center para a promoção do Google Glass. A nova loja seria uma excelente forma de chamar a atenção dos consumidores para os óculos inteligentes da empresa.

Contudo, nem tudo está navegando em águas calmas: aparentemente o Google não possui todas as permissões para construir uma loja flutuante, motivo pelo qual as obras estão, atualmente, paradas. E o entrave parece ser um tanto quanto complicado de se resolver: segundo a Comissão de Conservação e Desenvolvimento da Baía de San Francisco, o Google precisaria demonstrar que a construção em questão não possui condições de ser construída em terra, algo bem difícil de argumentar dado o tamanho do próprio campus da empresa em Mountain View, cidade localizada a alguns quilômetros de San Francisco.

O rumor de que a balsa poderia ser uma loja-conceito do Google Glass ganhou força com o anúncio do Financial Times dando conta que os óculos do Google sofreram um grande aumento na produção, com o lançamento previsto de milhares de unidades nos próximos meses. Essa nova produção ainda trará um Glass com o hardware um pouco modificado, oferecendo suporte a futuras linhas de modelos com lentes de grau e de sol, além de um fone de ouvido monofônico.